Como Jô Soares mudou a TV brasileira

View descriptionShare

Expresso Ilustrada

No fim das tardes de quinta-feira, sempre às 16h, você vai escutar um programa com as principais histórias e notícias do mundo das artes. O Expresso I 
185 clip(s)
Loading playlist

Jô Soares sempre quis ser uma estrela. Ele mesmo dizia que já nasceu querendo seduzir o mundo. Morto na semana passada, aos 84 anos, o humorista passou décadas exibindo muitos talentos. Falava seis línguas, interpretou dezenas de personagens e comandou o programa de entrevista mais famoso da televisão brasileira, onde reuniu nomes como Nair Bello, Lolita Rodrigues e Hebe Camargo.

Antes de recriar um formato de talk show americano que não era feito no Brasil, Jô marcou a TV nacional com personagens do programa "Faça Humor, Não Faça Guerra", na TV Globo. Ele já tinha passado pelos canais Continental, Rio, Tupi, Excelsior e Record, em que fez o clássico programa de humor "Família Trapo".

Fora das telas, Jô ainda trabalhou como dramaturgo, escritor, diretor e ator de cinema e de teatro, e artista plástico. 

O Expresso Ilustrada desta semana relembra a vida e a carreira do carioca. Para isso, os jornalistas Matinas Suzuki Jr., que é diretor da Companhia das Letras e escreveu uma biografia do Jô ao lado dele, e Cristina Padiglione, que escreve sobre TV na Folha​, comentam a importância do humorista para a cultura brasileira e explicam o por que ele se tornou uma figura única que não será repetida.

Com novos episódios todas as quintas, às 16h, o Expresso Ilustrada discute música, cinema, literatura, moda, teatro, artes plásticas e televisão. A edição de som é de Raphael Concli. A apresentação é de Carolina Moraes e Marina Lourenço, que assinam o roteiro.

  • Facebook
  • Twitter
  • WhatsApp
  • Email
  • Download

In 1 playlist(s)

  1. Expresso Ilustrada

    185 clip(s)

Expresso Ilustrada

No fim das tardes de quinta-feira, sempre às 16h, você vai escutar um programa com as principais his 
Follow podcast
Recent clips
Browse 185 clip(s)