[Republicação] André Amálio sobre descolonização (Entrevista)

View descriptionShare
Published Sep 15, 2022, 5:00 AM

Depois de, em 2008, Aníbal Cavaco Silva ter recusado pedir desculpa, em Moçambique, pelos crimes do colonialismo português, depois de Marcelo Rebelo de Sousa ter passado pelo país mais do que uma vez — a última delas há poucos meses —, sem nada dizer sobre o assunto, António Costa  foi o primeiro chefe de governo ou chefe de Estado português a pedir oficialmente desculpa pelo massacre de Wiriamu. “Neste ano de 2022”, disse há uns dias o primeiro-ministro, “quase decorridos 50 anos sobre esse terrível dia de 16 de dezembro de 1972, não posso deixar aqui de evocar e de me curvar perante a memória das vítimas do massacre de Wiriamu, ato indesculpável que desonra a nossa história.” Nesse dia, cerca de 400 civis moçambicanos foram assassinados pelo exército português. Fica a pergunta: e agora, o que falta fazer?

Hoje, republicamos uma entrevista feita em 2017 ao ator, encenador e fundador da companhia de teatro Hotel Europa André Amálio, sobre a descolonização portuguesa e a importância de reconhecer a barbárie de um sistema colonial centenário que acabou há menos de 50 anos. 

Lê mais sobre este tema em https://fumaca.pt/

  • Facebook
  • Twitter
  • WhatsApp
  • Email
  • Download

In 1 playlist(s)

  1. Fumaça

    386 clip(s)

Fumaça

Fumaça é um podcast de jornalismo de investigação. É um órgão de comunicação social independente, pr 
Social links
Follow podcast
Recent clips
Browse 427 clip(s)